As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
A vida e a luta do Comandante Folhas Caídas e Outras Estórias
Favorito
A vida e a luta do Comandante Folhas Caídas e Outras Estórias
Papel
15,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Primeiro Capítulo
Data de publicação:
2022-10-03
Páginas:
240
ISBN:
978-989-37-4222-8
Género:
Ficção
Idioma:
PT
Sinopse

A presente obra intitulada “A VIDA E A LUTA DO COMANDANTE FO­LHAS CAÍDAS E OUTRAS ESTÓRIAS” é um misto de realidade e ficção.

Na parte I retratam-se as peripécias por que tiveram de passar os na­cionalistas angolanos, independentemente da raça, para alcançarem a independência, a defesa e a manutenção do Estado nascente no con­certo das nações. A luta contra o regime do apartheid da África do Sul, o alcance da paz e a reconciliação entre angolanos; a necessidade de reformas institucionais do sistema de gestão do Estado e a urgente e sa­grada necessidade de eleger o bem-estar de todo o Angolano como o de­ver patriótico fundamental na execução das políticas públicas do Estado.

Na parte II, sobre a Rainha Branca de Cazuangongo, também trope­çamos num texto que partilha realidade e ficção. É uma estória que se perdeu na oratura do povo, mas que trazida à realidade quotidiana, já numa Angola independente e soberana, reclama um espaço de ho­menagem à “Rainha Teresa” que aprisionada aos seis anos, regressa à liberdade aos quarenta e sete anos. E em liberdade a partir de mil novecentos e dezanove, perece, por pressão e capricho dos puritanos e puritanas de Luanda, na ala psiquiátrica do Hospital Dona Maria Pia, em Luanda, com os seus três filhos cafrealizados, que para os Angola­nos são verdadeiros príncipes da Nação Angolana.

Na parte III, retrata-se um jogo de futebol entre a equipa dos Comer­ciantes e a dos Nativos, em que se faz uma incursão sobre o lado espi­ritual do Angolano e das relações entre nativos e colonizadores. E Kia­mú, no seu leito de morte, resolve contar um pouco da sua mocidade. O conflito entre brancos e negros. E quais eram as causas dos conflitos entre negros e brancos. E qual era a causa da negação pelo branco da condição humana do negro, do africano, enfim, do outro.

As conclusões e o sentido interpretativo que derem ao lerem esta obra, deixo-os ao critério subjetivo de cada leitor.

Luanda, 7 de julho de 2022

O AUTOR

Leituras semelhantes
Nos Limites - Erebu
Favorito
Nos Limites - Erebu
Carlos Feio de Almeida
14,00
A um passo de ti
Favorito
A um passo de ti
Ofélia Graça
20,00
O VÍRUS DO APOCALIPSE E O GRANDE CONFLITO
Favorito
O VÍRUS DO APOCALIPSE E O GRANDE CONFLITO
Andirásio Donato dos Santos
18,00
Até que as estrelas se apaguem
Favorito
Até que as estrelas se apaguem
Armindo Mota
13,00
Comoções
Favorito
Comoções
Tânia Leitão
12,00
A bruxa de Alhambra
Favorito
A bruxa de Alhambra
Renata Vázquez
16,00
Rosita – Uma história argentina com pedaços de verdade
Favorito
Rosita – Uma história argentina com pedaços de verdade
Isabel Pacheco
16,00
Lirio – o caminho
Favorito
Lirio – o caminho
Fátima Vieira dos Santos
18,00
O Bandido e as Formigas
Favorito
O Bandido e as Formigas
GenemeIsan I
20,00
Sentimentos escritos
Favorito
Sentimentos escritos
Isabel Figueiredo
13,00
Os amores de Maria
Favorito
Os amores de Maria
Angelino Pereira
17,00
Amendoeira em flor
Favorito
Amendoeira em flor
Francisco Pardal
15,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias