As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
Quero-te porque és minha
Favorito
Quero-te porque és minha
Papel
15,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Primeiro Capítulo
Data de publicação:
2022-06-08
Páginas:
258
ISBN:
978-989-37-3556-5
Género:
Ficção
Idioma:
PT
Sinopse

A mulher é e será a eterna “cara metade” do homem. Poder-se-á, mesmo, dizer que é a “outra metade” do homem, ao invés de dever ser “a metade”. E porquê? Porque Deus quando fez a mulher, não a fez da mesma matéria prima que fez o homem: quando Deus viu que tinha feito apenas uma pessoa, lembrou-se que afinal a obra não estava completa e, por isso, induziu um pesado sono ao homem que acabara de fazer e retirou-lhe um pedaço de carne, osso e sangue e fez uma mulher. Disse, então ao homem: “tens aqui uma mulher para te fazer companhia; toma conta dela, protege-a, ama-a e multiplicai­-vos!”. Daí ate hoje cabe ao homem decidir, mandar, proteger, amar e conceber uma descendência; à mulher cabe obedecer, aceitar tudo o que o homem decide, amá-lo e gerar os filhos que ele conceber.

Nunca, através dos tempos, o homem abdicou desses direitos que Deus determinou que ele tinha sobre a mulher. Não há duvidas que o amor existe, mau grado o ódio que acompanha a par e passo o amor – porque se amor emana de Deus e o ódio emana de lucifer – assim, tudo se faz pelo amor e pelo ódio. Pelo amor se “ama” e pelo amor se "mata”.

“QUERO-TE PORQUE ÉS MINHA!”, é a realidade do nosso dia­-a-dia: um homem ama uma mulher até à exaustão, mas chega a um momento que lhe “parece” ir perdê-la, então diz perentoriamente: “Não! Tu não me deixas, porque eu quero-te, porque és minha; se não ficas a bem, ficas a mal!”

A realidade é que, não raras vezes há homicídio e, por vezes, o amor impõe o suicídio.

Deus nunca pode ser acusado de nada, ele é Omnipotente, mas este é um infeliz desígnio de Deus.

O AUTOR

Do mesmo autor
Madalena a pecadora
Favorito
Madalena a pecadora
Joaquim Caioã
17,00
Leituras semelhantes
PHOÉNIX - Morrer por dentro foi o início
Favorito
PHOÉNIX - Morrer por dentro foi o início
Sabrina Areias
14,00
O meu primo Xavier
Favorito
O meu primo Xavier
João José Francisco
12,00
Roma: O livro do Diabo - A história não contada
Favorito
Roma: O livro do Diabo - A história não contada
Cleiton Santana Pereira
11,00
Um anjo na Babilónia
Favorito
Um anjo na Babilónia
Vítor J. Rodrigues
14,00
A Alma dos Deuses
Favorito
A Alma dos Deuses
Luís Escaleira Pinto
14,00
Os segredos que todos guardamos
Favorito
Os segredos que todos guardamos
Pedro Matos Sousa
15,00
O emprego
Favorito
O emprego
José Manuel Roque
14,00
VARIANTE MYTHOS, A Morte veio ao Douro
Favorito
VARIANTE MYTHOS, A Morte veio ao Douro
António Massena
22,00
Onírico
Favorito
Onírico
Matilde Rocha
14,00
Quem disse que os mortos não podem deixar recados? Escrito por fios de água
Favorito
Quem disse que os mortos não podem deixar recados? Escrito por fios de água
Sílvia Fernandes
14,00
A Luz de Exkalybur - O Despertar
Favorito
A Luz de Exkalybur - O Despertar
Sérgio M. S. Pestana
27,00
O caçador de maravilhas
Favorito
O caçador de maravilhas
E. Sequeira
22,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias