As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
A constituição de 1822 em processo
Favorito
A constituição de 1822 em processo
Papel
20,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Lisbon International Press
Data de publicação:
2022-09-15
Páginas:
376
ISBN:
978-989-37-4364-5
Género:
LISBON PRESS
Idioma:
PT
Sinopse

A palavra revolução contém a ideia de ruptura entre dois regimes, o novo que, por um acto de força, derruba o velho e o velho que, pelo mesmo acto de força, é forçado a abdicar do poder que o sustentava. Este critério conceptual não é rigoroso porque ignora a dialéctica que na revolução se desenvolve entre a ruptura e a continuidade. Na re­volução portuguesa de 1820 e nos debates e decisões das cortes cons­tituintes a ruptura foi sempre condicionada pela vertente da continui­dade. Os que tomaram a iniciativa da ruptura não pouparam esforços para convencer o povo, os militares e a nobreza da sua fidelidade às instituições e aos valores da tradição. Nas cortes constituintes, o propósito natural dos deputados mais conservadores era defender o mais possível a vertente da continuidade. Porém, também os próprios deputados liberais, incluindo os mais radicais, estabeleceram volun­tariamente limites à dimensão da ruptura que a revolução poderia potenciar. O autor mostra este facto nomeadamente nas questões da liberdade de imprensa, do direito de voto e dos forais. Mas não deixa de reconhecer que os constituintes trouxeram à luz direitos e princí­pios irrefragáveis que se projectaram, consolidaram e aprofundaram nas constituições revolucionárias posteriores. É nesse sentido que podemos ver nelas a constituição de 1822 em processo.

Aqui se inclui um anexo sobre J. V. Barreto Feio, um oficial do exér­cito que esteve envolvido nas lutas políticas e parlamentares travadas em torno do constitucionalismo na primeira metade do século XIX. O objectivo não consistiu em apresentar uma biografia sistemática deste militar que, declaradamente, teve como único partido a “classe dos oprimidos”; apenas se pretendeu evocar alguns momentos do seu percurso revolucionário e parlamentar, dar conta dos seus escritos políticos e chamar a atenção para os seus trabalhos referentes à tra­dução de autores clássicos e à edição crítica das obras de Gil Vicente e Camões.


Leituras semelhantes
Teoria dos Fluxos Numéricos
Favorito
Teoria dos Fluxos Numéricos
Eusébio Afonso Chau
17,00
SOBRE A TRADUÇÃO, DIVULGAÇÃO E RECEÇÃO DE OBRAS DE JOSÉ SARAMAGO NA CHINA
Favorito
SOBRE A TRADUÇÃO, DIVULGAÇÃO E RECEÇÃO DE OBRAS DE JOSÉ SARAMAGO NA CHINA
Zhihua Hu
18,00
Desafios e Oportunidades do Envelhecimento
Favorito
Desafios e Oportunidades do Envelhecimento
Maria Cristina Faria, José Pereirinha Ramalho, Ana Clara Nunes
16,00
Contratação Pública de Soluções Inovadoras
Favorito
Contratação Pública de Soluções Inovadoras
Ana Eunice Reis Domingos
14,00
Tropeiro da Estrela - Da Serra ao Fim da Terra
Favorito
Tropeiro da Estrela - Da Serra ao Fim da Terra
ROGÉRIO DE MELLO FRANCO
18,00
CÓDIGO PENAL ANGOLANO - Novo
Favorito
CÓDIGO PENAL ANGOLANO - Novo
Délcio Vieira Coimbra
14,00
A Governança do Oceano Global - Um Desafio para o Século XXI
Favorito
A Governança do Oceano Global - Um Desafio para o Século XXI
Aldino Santos de Campos
32,00
100 destinos imperdíveis na capital de São Paulo e arredores
Favorito
100 destinos imperdíveis na capital de São Paulo e arredores
Frederic Wale e Cinthya Wale
24,00
Responsabilidade Civil Médica
Favorito
Responsabilidade Civil Médica
Patricia Rizzo Tomé
16,00
Manhãs de Sexta-feira, Volume III
Favorito
Manhãs de Sexta-feira, Volume III
Rodrigo Alves Taxa
14,00
O Palácio do Vento e o Palácio de S. Bento - Crónica Alegre de Seis Anos de Geringonça
Favorito
O Palácio do Vento e o Palácio de S. Bento - Crónica Alegre de Seis Anos de Geringonça
António Pinho Cardão
12,00
Os Espinhos Sociais, Teoria da Agressão e Sofrimento
Favorito
Os Espinhos Sociais, Teoria da Agressão e Sofrimento
Fernando Nogueira Dias
13,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias