As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
Sombras e Luz, Livro 1 - Rubor
Favorito
Sombras e Luz, Livro 1 - Rubor
Papel
16,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Primeiro Capítulo
Data de publicação:
2022-04-26
Páginas:
506
Género:
Ficção
Idioma:
PT
Sinopse

À sua frente, bem como atrás de si, nada mais além da escuridão. Mas de alguma forma ele sentia que não estava verdadeiramente sozinho, parecia-lhe que algo mais estava ali. Sentiu então a presença de mais alguém, ou alguma coisa. Olhou para trás e viu uma forma humana, envolta nas sombras e que rapidamente ele viu que essa figura não estava só encoberta pela escuridão, ela própria fazia parte das sombras que ali reinavam. Nico conseguia ver um ténue contorno e percebia-se aos seus olhos uma forma algo selvagem de um ser humano, cabelo grande, rebelde e desgrenhado, alguma da musculatura bastante desenvolvida e imponente. Mas o que mais o surpreendeu foram os olhos daquela figura, completamente vermelhos. Olhou directo nos olhos de Nicodemus e ouviu-se um ligeiro riso de desprezo. - “Tu sabes quem eu sou, precisas constantemente de mim, porque não me deixas ajudar-te? Da mesma forma como já precisaste do meu auxílio antes.” - Não, nunca mais irei cometer o erro de satisfazer os teus desejos, nem te darei oportunidade para te libertares e tomares controlo de mim. A sombra colocou a sua mão negra no pescoço de Nico, num movimento rápido e forte. E apertou, cada vez mais e mais. Nicodemus sentia a pressão que aquela mão fazia, agora de cor escarlate. Facilmente ele poderia sucumbir perante tal oponente, mas de alguma forma ele sabia que isso não iria acontecer. - “Quem pensas tu que és? Não passas de uma carcaça amedrontada e patética. Eu é que sou a parte poderosa entre nós os dois. Eu é que nos mantive vivos estes anos todos. Admite, sem mim, tu não és nada! Não tens capacidade nem instinto para sobreviveres, para te ajudares a ti mesmo, quanto mais para ajudar quem quer que seja!” Nicodemus agarrou no braço da sombra que lhe apertava o pescoço, com a sua mão esquerda e com a direita imitou o seu oponente, colocou-a na garganta do seu adversário. - Eu já te controlei e prendi há muito tempo, não vou deixar que voltes, não vou permitir que me roubes a alegria de viver, não quero viver com medo do que possa acontecer a mim e aqueles que me rodeiam... NÃO VOU!

Leituras semelhantes
Um estranho em Veneza - 20 contos de inspiração histórica
Favorito
Um estranho em Veneza - 20 contos de inspiração histórica
José Manuel Serradas
12,00
Três quartos de um amor – Colectânea de cartas de amor – Volume IV - TOMO II
Favorito
Três quartos de um amor – Colectânea de cartas de amor – Volume IV - TOMO II
Vários autores
30,00
Há muitas formas de se esfolar um gato
Favorito
Há muitas formas de se esfolar um gato
Olívia Saudade Fidalgo
12,00
O caçador de maravilhas
Favorito
O caçador de maravilhas
E. Sequeira
22,00
A Mãe do Mel
Favorito
A Mãe do Mel
Ana Maria Luisa
18,00
Nós Não devíamos
Favorito
Nós Não devíamos
Nathália Manes
17,00
Quando me perdi de mim
Favorito
Quando me perdi de mim
Vânia Vígo
12,00
Aprendiz de mágico
Favorito
Aprendiz de mágico
António Mário Leitão
12,00
Coisas que nunca te disse
Favorito
Coisas que nunca te disse
Francisca Pinho Rocha
16,00
Um conto embrulhado em areia
Favorito
Um conto embrulhado em areia
Sónia Teixeira
17,00
O Chiaroscuro do Aqui e do Ali
Favorito
O Chiaroscuro do Aqui e do Ali
Cassiel Porto
13,00
O Silêncio é Fácil
Favorito
O Silêncio é Fácil
Paulo Dourado
22,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias