As minhas compras
O seu cesto está vazio.
Adicione produtos ao seu cesto.
Os meus favoritos
Não perca os seus favoritos!
para guardá-los e gerir diferentes listas.
(0 artigos)
A lista de produtos favoritos está vazia.
Adicione produtos aos seus favoritos.
África Negritude, Crioulismo e Assimilação em Angola - O ANTI-CRISTO DA COLONIZAÇÃO
Favorito
África Negritude, Crioulismo e Assimilação em Angola - O ANTI-CRISTO DA COLONIZAÇÃO
Papel
17,00
ComprarComprar
Ebook
5,00
ComprarComprar

Detalhe
Editora:
Lisbon International Press
Data de publicação:
2023-04-04
Páginas:
228
ISBN:
978-989-37-5252-4
Género:
LISBON PRESS
Idioma:
PT
Sinopse

Mais importante do que o conteúdo das ideias e das derivações, das fal­sas deduções, da História da colonização europeia dos séculos XV e XVI, em particular da colonização Ibérica, para o movimento woke, o peso da palavra, o jogo do sentido, ou da falta de sentido, das ideias que se apropriam de conceitos mal elaborados, é o que marca posição. Não é de espantar que o alvo directo, e de mais fácil apreensão para o movi­mento, seja o complexo das redes sociais e uma certa imprensa irrespon­savelmente manipuladora que serve os seus interesses políticos mais radicais, que teima em maltratar as estéticas e os valores da civilização europeia presente na colonização, sejam eles os etnocêntricos, sejam ele os cristocêntricos, que foram, e continuam a ser, assimilados pelos ex-co­lonizados. Falamos aqui das estéticas e dos valores da Francofonia, da Lusofonia e da Hispanofonia, de que falava LéopoldSenghor.

As raízes deste movimento woke encontram-se no pós II Grande Guerra, em que os existencialistas marxistas, cujo expoente foi Jean-Paul Sartre, tentaram, sobretudo a partir da década de 50 do século passado, des­truir o papel desses valores e dessas estéticas, a ponto de no seu texto OrphéeNoire este existencialista dogmático ter ensaiado uma definição pouco inteligente de Negritude, dela dizendo que é o «racismo anti-racis­ta». Felizmente, apesar de tudo e de alguns desencontros ideológicos, que a Legitime Defense e, mais tarde, o Movimento PresenceAfricaine, estavam dotados de mentes mais inteligentes, sensíveis e conhecedoras do significado da civilização negra, como AiméCésaire, LéopoldSenghor, Léon Damas, Alioune Diop e outros, que puseram a ridículo esta tese, em particular LéopoldSenghor no seu célebre discurso de 21 de Abril de 1961 na Sorbonne.

Pretende-se neste ensaio tratar as questões e as raízes da Negritude e compreender a sua ligação ao errado qualificativo de Crioulos, onde ela não existe e, sobretudo, ao Assimilacionismo e ao seu pressuposto, no caso que nos interessa da África Lusófona, o Luso Tropicalismo.

Do mesmo autor
Angola: Entre a Mentira e a Vergonha
Favorito
Angola: Entre a Mentira e a Vergonha
Lupi Fialho
20,00
Leituras semelhantes
Estilo de Vida AntiCancro e Terapêuticas Complementares
Favorito
Estilo de Vida AntiCancro e Terapêuticas Complementares
Vera Albino
18,00
O Papel da SADC na Observação Eleitoral em Angola: As Eleições de 2012 e 2017
Favorito
O Papel da SADC na Observação Eleitoral em Angola: As Eleições de 2012 e 2017
Matilde Pedro
13,00
A Geração Z e o modelo de aprendizagem Zímago: Como preparar os jovens para enfrentar os desafios da vida adulta
Favorito
A Geração Z e o modelo de aprendizagem Zímago: Como preparar os jovens para enfrentar os desafios da vida adulta
Thaís Giuliani
17,00
A Nova Justiça Internacional
Favorito
A Nova Justiça Internacional
André Ventura
17,00
Como Gente Grande
Favorito
Como Gente Grande
Isabel Ferreira
17,00
De Dilma ao pós-Dilma - Artigos e pensamentos (2012-2020): o contexto político de um golpe à democracia
Favorito
De Dilma ao pós-Dilma - Artigos e pensamentos (2012-2020): o contexto político de um golpe à democracia
Giovanni Romão
17,00
Líderes do século XXI
Favorito
Líderes do século XXI
Coordenação de Fernanda Martins
13,00
R. Um mundo por descobrir
Favorito
R. Um mundo por descobrir
Ana Maria Abreu
15,00
Tráfico de seres humanos - Dificuldades e Desafios da Prevenção e Repressão
Favorito
Tráfico de seres humanos - Dificuldades e Desafios da Prevenção e Repressão
Manuel Melo
14,00
Paz sem pão
Favorito
Paz sem pão
António Filipe Augusto
12,00
A minha mente não mente - mantenha o seu cérebro ativo
Favorito
A minha mente não mente - mantenha o seu cérebro ativo
Mickael Faustino e Cristiana Nogueira
14,00
Os Painéis de S. Vicente de Fora e as Tapeçarias de Pastrana - Fruto e Espírito do Humanismo
Favorito
Os Painéis de S. Vicente de Fora e as Tapeçarias de Pastrana - Fruto e Espírito do Humanismo
Theresa M.S. de Castello Branco
16,00
Pague de forma seguraPague de forma segura:
Receba em primeira mão
As nossas ofertas e novidades literárias